produtos mais vendidos nos marketplaces

Confira agora quais são os 6 produtos mais vendidos nos marketplaces

Já ouviu falar nos marketplaces? Dentro do gigantesco e sempre crescente mercado do e-commerce, quais são os produtos mais vendidos no Brasil, nesses ambientes? Pois, saiba que esse conhecimento é uma grande estratégia para empresas que buscam algum tipo de crescimento.

Você pode estar abrindo novos canais de venda, aperfeiçoar produtos ou ampliar o faturamento. Independentemente disso, é essencial conhecer o que é marketplace. Esse modelo de negócios lembra um shopping virtual: ele reúne diversas marcas e lojas em apenas um lugar. Também é crucial saber quais são os produtos mais vendidos no Brasil em marketplaces.

Em tais plataformas, a mediação é feita por uma empresa específica. Porém, vários outros lojistas têm a chance de comercializar seus produtos ali. Assim, vender no marketplace é uma ótima oportunidade para empresas de porte médio ou pequeno conquistarem espaço no mercado. Afinal, elas ficam expostas ao público consumidor da plataforma em que vendem.

Veja quais são os produtos mais vendidos no Brasil

Nesse artigo, você vai conhecer a lista dos nove produtos mais vendidos nos marketplaces. Assim como o volume de compra de cada um deles. Confira a seguir!

1. Conheça os marketplaces do segmento da moda

O setor de moda, vestuário e acessórios é um nicho de mercado que não para de vender. Representa cerca de 14,5% do volume de vendas total, segundo o relatório WebShoppers 38, do primeiro semestre de 2018.

O segmento comercializa itens essenciais para as pessoas, como sabemos. No entanto, a sazonalidade (como diferentes estações e datas comemorativas) é um dos grandes responsáveis pelo aumento do consumo. Portanto, nessa área, é principalmente isso que mantém uma demanda mais constante — ainda que ela seja um pouco irregular.

2. Veja como funciona com cosméticos e perfumaria

Uma excelente opção é trabalhar com produtos voltados para beleza e saúde. Eles representam 15% da fatia do mercado de e-commerce! Além do enorme público feminino, os homens também têm ficado mais atentos e exigentes em relação aos cuidados pessoais. O que amplia as possibilidades para quem quer empreender.

Afinal, quais são os produtos mais vendidos do Brasil, nesse segmento? Em qual investir? Uma boa escolha é restringir o nicho e selecionar algumas categorias de produtos, que consistem em itens especiais. É o caso daqueles dedicados à pele, aos cabelos, unhas, barba, tratamento facial, entre outros.

Quando se afunilam ainda mais as possibilidades, uma boa ideia é trabalhar com produtos voltados para cabelos crespos e cacheados. Esse é um mercado em expansão, atendendo a um público muito específico, que busca adquirir opções adequadas para tratamento.

3. Aposte nas empresas de telefonia e celulares

Aparelhos de telefonia móvel, como os smartphones, são produtos muito procurados pelo público em geral. Eles estão entre os 7,7% produtos mais vendidos no ambiente online. Além disso, os tablets também devem fazer parte do mix de produtos das marcas que atuam no ramo.

Ainda é possível diversificar um pouco mais, com a oferta de outros acessórios. Alguns exemplos são as capinhas, películas, suportes para carros, carregadores ou fones de ouvidos.

4. Invista nos eletrodomésticos e nos eletrônicos

A verdade é que aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos configuram uma fatia de 13,6% nos produtos mais vendidos nos marketplaces. Ou seja: eles também apresentam alta procura no comércio online. Quais são os produtos mais vendidos no Brasil, em marketplaces, nessa categoria? Eles vão desde TVs até máquinas de lavar, fogões e geladeiras.

Quem já tem uma loja física que comercializa esses produtos, pode anunciá-los online e aumentar os lucros. Principalmente porque o custo de um e-commerce é consideravelmente bem menor. Lembramos que a demanda do investimento inicial é alta, se você não pretende operar com a opção de dropshipping.

5. Venda artigos de informática em marketplaces

Os artigos de informática compreendem 5,1%, entre os mais procurados no ambiente virtual. Nesse caso, estamos falando de computadores, notebooks, monitores, HDs internos e externos, pen drives, teclados, mouses e outros acessórios.

Esse setor requer, também, um investimento inicial mais alto para adquirir o estoque. Vale destacar que o público consumidor desse segmento entende muito bem do assunto. Portanto, é essencial ter conhecimento sobre todos os produtos, sabendo explicar corretamente as diferenças e especificações de cada um.

Quem encara o e-commerce de produtos de informática também tem a chance de oferecer serviços de assistência técnica. Como, por exemplo, a formatação de máquinas e a troca de peças.

O mesmo é válido para o caso dos aparelhos celulares. Afinal, a prática serve para aqueles que têm conhecimento técnico suficiente para realizar o trabalho com qualidade. Além disso, é importante ressaltar que isso influencia o fortalecimento e a credibilidade da marca no mercado.

6. Opte pelo segmento dos alimentos e bebidas

Você sabe quais são os produtos mais vendidos no Brasil no setor de alimentos? Trazemos alguns exemplos bem conhecidos para ilustrar. Sabe as grandes redes varejistas, como Walmart e Pão de Açúcar? Modelos food-service (como Habib’s e McDonald’s)? Eles todos iniciaram suas atividades nesse novo modelo de negócios: a venda online.

Contudo, pode ser que surja uma dúvida: “Será que as pessoas realmente já compram até comida nos marketplaces?”. A resposta mais honesta para essa pergunta, hoje, é que não são tantas. Porém, amanhã, muitas pessoas comprarão!

Quer uma prova disso? Especialistas no varejo apontam: até 2025, as aquisições alimentares online representarão 3% do volume total de vendas no Brasil. Pode ser que 3% não represente um número tão expressivo, sem uma base de comparação. Vejamos outros dados mais, então!

Para se ter uma noção, lembramos que, segundo o 38º Webshoppers, os eletrônicos representaram 3,8% das vendas brasileiras, em 2018. Agora, acrescente a esse fato o crescimento projetado de 30% a 40% ao ano, para as conversões no setor.

7. Entre com segurança no universo dos games

Provavelmente, por essa você não esperava. Contudo, os produtos do setor de games, em geral, apresentam uma taxa de vendas bem alta. Portanto, vale a pena dar uma investigada nesse nicho que está constantemente crescendo. Pesquisas indicam que em torno de 30% das vendas de games, em nosso país, são provenientes do ambiente online.

Só para que você imagine a quantidade de dinheiro movimentada por esse mercado: em 2012, ele fez girar impressionantes U$2,6 bilhões. Sim, estamos falando em dólares! A opção mais óbvia é o comércio virtual de games. Mas considere a criação de um portal para o pessoal jogar, tendo assim um grande diferencial em relação aos seus concorrentes.

8. Saiba como andam os itens de casa e decoração

A área do mercado especializada em artigos de casa e decoração representa 11,1% de participação nas vendas em marketplaces. O setor vem crescendo cada vez mais, devido às novas necessidades do público, hoje em dia. Deve-se considerar, ainda, a chegada de inúmeras facilidades existentes, hoje, na aquisição de itens de casa de decoração.

As lojas virtuais costumam apresentar materiais bem completos em termos de informações, a respeito desses artigos. As fotos de produtos e serviços, nesses e-commerces, também apresentam ótima qualidade, a fim de conquistar seu público.

Para saber quais são os produtos mais vendidos no Brasil nessa área, comece pela subcategoria da gestão de ambientes! Consiste em um serviço que possibilita maiores conversões. É uma das novas tendências para você aproveitar, neste momento.

9. Conheça mais sobre o caso do Mercado Livre

Assim como outras empresas bem-sucedidas no ambiente online, como Amazon, ou Magazine Luiza, o Mercado Livre deve ser citado. Trata-se do maior marketplace em nosso país. São quase trinta e cinco milhões de usuários! Eles buscam os mais diversos itens, todos os dias, chegando a nove vendas a cada segundo.

Portanto, é bem válido fazer uso das buscas realizadas e dos artigos mais vendidos por essa empresa. Você não precisa, necessariamente, comercializar algum produto no Mercado Livre. A ideia é utilizá-lo como parâmetro, em suas pesquisas.

Os itens com maior popularidade no site devem ser observados com atenção. Eles ocupam os primeiros lugares no ranking de pesquisas no site do Mercado Livre. Portanto, é bom você se inteirar do que tem “saído” em maior quantidade, ou mesmo do que tem sido mais procurado na plataforma.

As categorias incluem roupas, tecnologia, artigos de beleza e outras. Os produtos são: os tênis masculinos, os tênis femininos, celulares, bolsas, as bonecas do tipo bebê reborn (um dos brinquedos mais procurados no planeta!), roupa feminina, de modo geral, relógio (masculino) os capacetes e guarda-roupas. Eis informações bem úteis para os seus próximos passos!

Resumidamente, a internet, aos poucos, tem possibilitado que absolutamente tudo ao nosso redor seja feito através de uma tela. Isso significa o surgimento de novas oportunidades de negócio para os sellers. Sendo assim, é essencial estar atualizado sobre as maiores tendências no mercado.

O e-commerce tem conquistado cada vez mais os marketplaces em todo tipo de mercado. Afinal, eles proporcionam aos usuários uma experiência diferenciada e uma compra mais rápida e personalizada. Sendo assim, é preciso saber quais são os produtos mais vendidos no Brasil em cada segmento, naqueles ambientes.

Depois de ler esse artigo, você ficou com vontade de começar a vender seus produtos já por meio de um marketplace? Nossa dica é fazer isso com o auxílio de uma integradora de marketplaces. Elas otimizarão o cadastro dos produtos em um único lugar, aumentando assim, suas chances de venda.

Esperamos que você tenha gostado de conhecer os 8 produtos mais vendidos nos marketplaces. Que isso tenha ajudado você a compreender a importância dessa nova modalidade de negócios, já tão utilizada. Não se esqueça de curtir a nossa página no Facebook para se manter sempre atualizado!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

4 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.