Implementação da LGPD em lojas virtuais: entenda como funciona

A LGPD (Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais) vai mudar o relacionamento que temos com os dados pessoais na internet.

As empresas que trabalham com dados de forma direta precisarão tomar providências para que seus sites fiquem ajustados às novas regras relacionadas à privacidade dos clientes.

Entre essas empresas, certamente, o comércio eletrônico será impactado diretamente, pois já atua com a coleta de dados na efetivação de vendas e compras.

Diante desse novo cenário, para você se ajustar à nova legislação e evitar penalidades, vamos mostrar como funciona a implementação da LGPD em lojas virtuais!

Como a LGPD impacta seu e-commerce?

Todas as empresas que trabalham com dados dos clientes e dos fornecedores, inclusive as lojas virtuais, precisarão ficar atentas à segurança da informação liberada pelo usuário, pois as multas, em caso de falhas, poderão alcançar até R$ 50 milhões. Por isso, a maneira de coletar os dados será adaptada.

O mesmo ocorrerá com o armazenamento e a finalidade para a qual esses dados serão usados. A aplicação de cookies e rastreadores no site precisará da autorização do cliente.

Como se realiza a implementação da LGPD?

Para a implementação da LGPD, é necessário seguir alguns passos. Veja a seguir..

Consentimento

A obtenção de consentimento é a base para o uso dos dados. Sem o consentimento prévio e direto dos clientes, não é possível usar seus dados.

Esse consentimento é expresso de forma espontânea pelos usuários, ao preencher formulários ou por um banner de consentimento, em que o e-commerce explica quais são os dados que precisa.

Acesso aos dados

A loja deve oferecer meios simplificados para que o cliente acesse seus dados com autonomia e possa, assim, fazer cópias, edições ou transferências deles.

Direito ao esquecimento

Um formulário de exclusão de dados deve ficar disponível e acessível ao cliente. Conforme a nova lei, é fundamental assegurar a remoção dos dados pessoais do usuário da base da loja e da base de terceiros (se houver o compartilhamento dos dados).

Políticas do site

Para aperfeiçoar a implementação da LGPD, atualize regularmente as políticas do site. Assim, você garante transparência em relação ao tratamento dos dados.

Segurança

Quando falamos em segurança na internet, não é suficiente aplicar recursos em sistemas antifraude e em empresas que protegem os sites.

Claro que essas são medidas relevantes, mas o foco deve ser o conjunto de ações que a loja virtual dispõe para impedir o vazamento de dados ou, se ele vier a acontecer, as ações de segurança que podem ser aplicadas para minimizar e reverter as consequências. A criptografia e a codificação são valiosos recursos na otimização da segurança da informação.

Documentos

Os documentos são a prova mais cabal de que sua empresa realizou a implementação da LGPD de forma efetiva.

Há cinco documentos importantes e que devem ser atualizados sempre:

  • política de proteção de dados: um manual para o cuidado e a manipulação dos dados pessoais dos clientes e funcionários;
  • política de privacidade: mostra as ferramentas, atualizações e processos utilizados no tratamento dos dados e deve ficar acessível aos usuários do site;
  • aviso de privacidade para os funcionários: estabelece as diretrizes para o gerenciamento de dados sensíveis e pessoais com a finalidade de não prejudicar os funcionários;
  • política de retenção de dados: estipula o prazo para o armazenamento dos dados;
  • cronograma de retenção de dados: é importante dispor de um cronograma para avaliar e efetuar a limpeza dos dados da base da loja, completando, assim, o ciclo de retenção dos dados.

Como se precaver contra erros?

Uma das maneiras de se precaver contra erros na aplicação da LGPD é participar de um mercado que já está alinhado com a nova política digital.

É o caso do Connect Hub, uma integradora de marketplaces que possibilita a lojistas físicos e virtuais vender com segurança nas principais lojas do país.

O Connect Hub já realizou a implementação da LGPD. Dessa forma, ao se integrar à plataforma, você automaticamente se ajusta à lei e evita problemas, além de satisfazer seus clientes e todos os outros envolvidos no negócio, como funcionários e fornecedores.

Aproveite e conheça melhor nossos serviços. Saiba mais sobre a plataforma do Connect Hub!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.