Frete no e-commerce: tudo o que você precisa saber!

O frete no e-commerce é uma das particularidades mais complexas desse tipo de negócio virtual, por isso, ainda é alvo de muitas dúvidas e questionamentos. É preciso compreender que essa questão está diretamente relacionada com a satisfação do usuário e com o número de vendas no ambiente digital, logo, deve ser considerada com cuidado e administrada com responsabilidade.

Pensando nessa necessidade, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber para gerenciar os valores das entregas de sua loja e expandir o seu negócio por meio das oportunidades de vendas online. Acompanhe!

O que é um e-commerce?

O mundo moderno gerou necessidades e diferentes oportunidades. As novas tecnologias viabilizam mobilidade e praticidade em todos os aspectos da vida, o que cria uma obrigação para que as empresas se adaptem e invistam em projetos com essas características. O objetivo é focar na autonomia dos usuários e possibilitar que as pessoas consigam solucionar seus problemas de forma rápida e fácil.

Dentro desse contexto, encaixa-se a definição de e-commerce. É um modelo de empresa que oferece produtos para venda, de segmentos diversos, a depender dos interesses dos seus consumidores. A diferença para a abordagem tradicional é que o e-commerce é uma loja virtual, ou seja, que apresenta suas mercadorias e itens em vitrines virtuais, em sites da internet, em vez de em estabelecimentos físicos.

Isso naturalmente cria uma série de vantagens e questões que aumentam a complexidade da relação empresa X cliente. Um desses fatores que necessitam de um gerenciamento mais cuidado é o frete, cujo funcionamento discutiremos com mais detalhes no próximo tópico.

Importância

Os principais benefícios que um e-commerce oferece aos compradores é a facilidade de realizar compras em qualquer lugar, em qualquer momento, em dias úteis, fins de semana e feriados, sem grandes complicações.

Tudo pode ser feito com cliques em um smartphone, por exemplo. Além disso, é possível finalizar com diferentes meios de pagamento e também encontrar produtos bem específicos, que seriam praticamente impossíveis de achar no mercado físico.

Por essa razão, o e-commerce é a opção favorita dos consumidores no nosso século. Já que permite que as necessidades da modernidade sejam supridas, os clientes conseguem usufruir de processos mais ágeis e se preocupar com outras questões de suas vidas.

Como funciona o frete no e-commerce?

Para entender o frete, vamos compreender as diferenças de estocagem nas lojas virtuais, afinal, o controle do processo e os custos associados dependem disso. Existem três opções comuns de gerenciamento de estoque: terceirização, descentralização e compartilhamento.

Tipos de estoque

No modelo terceirizado, as empresas contam com serviços de fornecedores para armazenar e gerenciar o transporte. Em alguns casos, a loja deverá fazer a entrega, depois de receber do fornecedor, enquanto em outros, a responsabilidade é total das companhias que fornecem os produtos — a partir de um pedido do e-commerce, quando o cliente solicita.

No estoque descentralizado, a organização mantém um conjunto de locais de armazenamento espalhados pelo país. Assim, quando um consumidor pede um produto, a empresa busca o local mais próximo dele a fim de otimizar o prazo de entrega e, consequentemente, o preço do frete.

Já na abordagem compartilhada, as companhias utilizam o mesmo espaço do comércio físico para a armazenagem dos produtos da loja virtual. Assim, otimizam o gerenciamento desses itens e economizam custos com outros parceiros, garantindo um controle maior e diminuindo a complexidade da gestão.

Ou seja, fica claro que o frete está ligado à gestão logística. Essa é uma das questões particulares dos modelos de comércio virtual que precisam ser gerenciadas com cuidado e inteligência, devida à sua importância.

Para o cliente, é sempre uma vantagem não ter que se esforçar demais em nenhum momento do processo e receber suas encomendas em sua casa. Para os e-commerces, existe um grande desafio em controlar o preço e em manter os compradores informados acerca de todas as etapas.

Preços

O preço varia bastante, a depender do tamanho do produto, do destino e de todo o aparato logístico que envolve a separação das mercadorias até o momento em que o consumidor efetivamente recebe.

Geralmente, as organizações ficam dependentes dos fornecedores e das transportadores, lidando com tabelas prontas com valores determinados. Assim, é preciso fazer um gerenciamento cuidadoso para equilibrar esses valores com as finanças da empresa.

Frete inbound X outbound

O frete inbound é o valor necessário a fim de trazer as mercadorias para os locais internos de estocagem. Ou seja, é quanto a loja paga para adquirir produtos dos fornecedores. Ao passo que o frete outbound diz respeito à taxa que é passado para os clientes, ou seja, o frete que eles devem pagar.

Deve haver sempre um equilíbrio saudável entre esses custos. Se o gasto para comprar mercadorias for alto demais e o preço das entregas para os clientes baixo, a companhia vai perder dinheiro, o que é capaz de prejudicar a sua estrutura financeira e afetar a sua continuidade. O ideal é compensar essa diferença ha hora de precificar o produto.

Da mesma forma, se o frete dos consumidores for alto demais, mesmo que seja maior que o valor inbound, a empresa pode sofrer com desistências nas etapas finais da venda, com problemas de satisfação dos clientes. O que inicialmente parece uma situação lucrativa se torna uma dor de cabeça.

Qual a importância do frete no e-commerce?

Como já mencionamos, o transporte é um dos diferenciais do comércio virtual em relação aos modelos tradicionais. Por isso, é um fator muito importante para os clientes. Neste tópico, examinaremos a razão dessa importância e o que os donos de lojas virtuais precisam considerar.

Decisão de compra

Vamos começar com um fato: o preço do frete influencia bastante a decisão de compra, sendo, na verdade, um dos motivos principais que levam as pessoas a finalizarem suas transações.

Segundo pesquisa do Reclame AQUI, 64% das pessoas afirmam que um valor alto de entrega motiva o abandono de carrinho. Uma taxa barata geralmente é vantajosa, mesmo com prazos maiores de transporte, em alguns casos.

Em muitas situações, um bom preço impulsiona as pessoas a comprarem mais produtos e aumentarem o ticket médio. Isso porque eles consideram que aquela é uma oportunidade muito boa e decidem levar vários itens de uma vez.

Satisfação do cliente

Por consequência, essa questão também tem relação com a satisfação do cliente. O consumidor procura sempre por empresas que entendam suas dores e busquem ajustar as políticas às suas necessidades.

Visto que a complexidade do e-commerce já envolve o fato de ter de pagar para receber um produto em casa, é interessante que esse valor não seja muito pesado e não aumente muito o ticket de compra.

Assim, concluímos facilmente que o preço do frete é crucial a fim de eliminar problemas com desistência e abandonos de carrinho. Isso vai ajudar a otimizar os processos de negociação e a gerar um impacto maior para o comprador.

A seguir, veremos alguns fatores que reforçam a relevância desse fator no e-commerce.

Competitividade

A competitividade também é um aspecto ligado ao frete. Afinal, se um consumidor pesquisa bastante, escolhe uma loja, avalia os produtos e faz um carrinho, mas é obrigado a desistir do processo quando percebe o gasto com a entrega, ele simplesmente vai procurar o mesmo item em algum site concorrente.

Ou seja, esse custo é fundamental para que sua empresa se mantenha destacada em tempos competitivos e ofereça um valor único para o cliente, que vai fazer com que ele fique em seu site. Se sua companhia oferece preços justos, pode competir com outras organizações e construir uma base sólida de consumidores.

Fidelização de clientes

Aliás, essa base sólida depende de outro fator: a fidelização. Tornar consumidores fiéis pode parecer uma tarefa muito complexa, principalmente considerando que eles dispõem de diversas opções, como mencionamos.

No entanto, uma boa gestão de frete tem o poder de fazer com que os compradores se tornem leais ao seu e-commerce e saiam de cada compra satisfeitos e dispostos a recomendar para outras pessoas, de graça. Além de otimizar a taxa de conversão, isto é, o aumento nas vendas, o custo de aquisição de novos clientes também diminuirá consideravelmente.

Isso também tem a ver com a reputação da loja. Um bom valor de entrega, com uma variedade interessante para os usuários, é fundamental a fim de gerar uma boa imagem e fazer com que as pessoas enxerguem uma empresa de uma maneira especial. Dessa forma, sua organização pode se posicionar melhor no mercado, com mais autoridade e credibilidade sendo transmitidas para os outros.

Quando vale a pena oferecer frete grátis no e-commerce?

Diante dessa relevância que vimos, dúvidas surgem: vale a pena oferecer frete gratuito? Quando fazer isso? Discutiremos essa estratégia neste e nos próximos subtópicos.

O frete grátis é uma abordagem comum para otimizar as entregas e solucionar os problemas com os quais todos os gestores se deparam em seus negócios. No entanto, é preciso saber como implementar essa solução, pois ela também pode se tornar um problema.

Em alguns casos, é crucial optar por esse caminho, na busca pela fidelização dos compradores e vantagem competitiva. Mas também pode ser sinônimo de perda financeira, caso a eliminação dessa taxa seja feita de qualquer jeito, sem o devido planejamento e organização.

Isso porque a empresa perde na relação entre o valor inbound X outbound e não alcança o retorno sobre o investimento necessário, comprometendo o balanço financeiro.

Por essa razão, é preciso acompanhar os indicadores com cuidado e estudar bem o momento para colocar em prática essa estratégia. A seguir, alguns pontos que deverão ser analisados.

Volume de vendas

O volume de vendas é um dado interessante a considerar se a gestão deseja optar pela gratuidade do frete. Verifique se o número de transações está satisfatório e se ele precisa ser melhorado para satisfazer as metas financeiras. Caso essa resposta seja negativa, talvez seja a hora de começar a estruturar as questões internas para oferecer entregas grátis aos consumidores.

Estamos falando de períodos ruins, nos quais as vendas não estão em um volume interessante. Essa questão pode ser causada por diversos fatores, inclusive o período específico do ano e uma crise econômica assolando o país, por exemplo. No entanto, a reformulação do custo do transporte é instrumental para reduzir o impacto financeiro para a companhia.

Ticket médio

É importante analisar também o ticket médio, que é o preço agregado médio dos produtos que são levados por vez. Se esse indicador for mais baixo do que é necessário para que a saúde da companhia seja mantida, é interessante considerar que o frete grátis auxilia no aumento dele.

Como vimos em um dos tópicos anteriores, os clientes tendem a comprar mais de uma vez quando o transporte é barato.

Valores definidos com a parceira logística

Outro ponto que merece ser analisado é o que está associado aos valores definidos com a parceira logística. Se a empresa conseguiu um bom negócio com essas empresas auxiliares, pode ser a hora exata para começar a oferecer gratuidade na entrega. Afinal, com um custo menor com o processo logístico, o frete grátis não vai pesar tanto no balanço financeiro e se tornará uma vantagem somente.

Como montar uma boa estratégia de frete no e-commerce?

Neste tópico, vamos mostrar como implementar uma estratégia de frete bem-sucedida no seu e-commerce.

Negocie o transporte

Uma dica essencial é negociar o transporte corretamente com as parceiras logísticas. Assim, será possível diminuir o preço da entrega e ter um peso menor tanto para a companhia quanto para o cliente. Sempre foque no conforto do comprador e em reduzir as taxas para satisfazê-lo.

É interessante também buscar várias opções de transporte para dispor de uma variedade de valores. A Connect Hub, por exemplo, oferece uma ferramenta integrada à plataforma Intelipost, um gateway que centraliza informações de várias transportadoras.

Saiba como escolher os produtos

Para oferecer ofertas de frete grátis e reduções consideráveis nesse valor, o ideal é estudar bem quais os itens que podem entrar nesses pacotes. Uma boa dica é focar os que vendem menos a fim de torná-los atraentes e zerar o estoque.

Outra recomendação é reduzir as taxas de entrega dos produtos que geram uma maior margem de lucro, pois isso vai diminuir os riscos e garantir mais vendas de tickets maiores para sua companhia.

Estipule um valor mínimo

Outra estratégia efetiva é definir um preço mínimo para oferecer frete grátis, por exemplo. Isso é calculado com base na precificação interna, para que essa abordagem não prejudique o balanço financeiro da organização. Assim, você consegue trabalhar na satisfação dos seus consumidores, enquanto mantém as finanças saudáveis e fortes.

Ademais, esse método vai estimular o aumento do valor dos tickets comprados, o que significa maior lucro. Mesmo pagando o transporte, a loja com certeza conseguirá compensar os custos com vendas mais interessantes.

Tenha regiões de frete especificadas

Também é inteligente separar as regiões e estudar bem o custo necessário para transportar para cada uma delas. Dessa forma, você saberá se é viável oferecer promoções para todos os locais ou somente alguns mais próximos.

Se você conseguir eliminar o gasto com frete nas regiões próximas, já vai perceber uma diferença bem significativa na satisfação desses consumidores, o que é uma mudança que vale a pena.

Aproveite as datas comemorativas

Outra dica muito utilizada é o aproveitamento das datas comemorativas especiais para ofertar gratuidade e benefícios que ajudam a reduzir o custo da entrega. Isso é importante, uma vez que ajuda a aumentar o valor do ticket médio nesses períodos, gerando maior lucro. Geralmente, esses períodos especiais são ótimos para o comércio.

Busque outras estratégias

Seu e-commerce também pode buscar outras estratégias, a fim de proporcionar um serviço de frete mais agradável e menos custoso para o comprador. Uma delas é a utilização de gamificação para estimular a ação do cliente. A gamificação é um conjunto de práticas do contexto dos jogos que são utilizados em ambientes profissionais.

Nesse sentido, é possível, por exemplo, solicitar que o consumidor realize alguma ação importante em troca de redução no preço do transporte. Divulgar para os amigos, comprar outros produtos específicos, entre outras tarefas. Ou seja, ele será recompensado pelas suas ações, assim como acontece nos games.

Também existem outras abordagens. O importante é priorizar a experiência do usuário e considerar a importância e o papel que o frete desempenha na satisfação deles.

A criatividade é uma aliada nesses momentos, mas não se esqueça de controlar sempre as finanças e tomar decisões com base em um conhecimento profundo do que é possível ou não fazer em termos financeiros, levando em conta questões relevantes como tributação para e-commerce.

Quais os impactos do frete grátis para empresa e consumidor?

Apesar de tudo que já falamos, é fundamental analisar com maior profundidade as estratégias de frete grátis. Ela também pode gerar impactos para a empresa, afinal, a gratuidade mostra que a companhia assume o valor da entrega e isenta o consumidor de tal responsabilidade.

Quando feito da maneira certa, seguindo as dicas que discutimos no tópico anterior, é uma forma de gerar lucro. Vamos apresentar alguns dos benefícios dessa abordagem, tanto para a organização que oferece quanto para o consumidor.

Competitividade

Já vimos como o valor do transporte é fundamental para a competitividade. Vamos retomar a mesma linha de raciocínio para a ideia do frete grátis.

Facilmente concluímos que esse benefício é uma poderosa ferramenta para gerar ainda maior vantagem competitiva para as lojas virtuais, uma vez que destaca muito a forma como a companhia encara a experiência e as necessidades de seus clientes. Assim, eles vão preferir comprar em seu site, já que ficam livres dessa taxa extra.

Aumento de vendas

Isentar os compradores do valor de entrega também é crucial para impulsionar as vendas, uma vez que atrai mais pessoas com maior vontade de comprar. O ticket médio aumenta exponencialmente, visto que é mais vantajoso para os consumidores.

Redução de abandono de carrinho

Outra implicação é a redução de abandono de carrinho de compra. Quando chega à etapa final da transação, o cliente vai perceber que o preço é simples e está relacionado simplesmente ao produto escolhido, portanto, poderá terminar o processo tranquilamente. O índice de desistência diminui porque tudo fica mais simples para o usuário.

Otimização do tráfego

Essa estratégia atrairá maior tráfego para o seu site também. Afinal, com o frete grátis, muitos consumidores se sentirão dispostos a comentar na internet e nas conversas com colegas e amigos acerca desse benefício e da vantagem que é possível conseguir em compras na sua loja. Isso vai gerar uma demanda maior e mais pessoas interessadas em seus produtos.

Otimização da experiência

Outro impacto para o consumidor é a otimização da experiência dele. O frete gratuito vai contribuir ativamente com sua satisfação, uma vez que ele comprará um produto de maneira prática e ágil, na comodidade de seus dispositivos de acesso à internet, e não precisará pagar o mesmo valor ou mais do que pagaria se comprasse em alguma loja física.

Como o preço do frete interfere na experiência do consumidor?

Assim como a demora na entrega, falta de um bom cadastrodescrição de produtos e outros fatores, o frete interfere muito na experiência do consumidor.

Às vezes, esse custo se torna um inconveniente para o usuário e prejudica muito sua experiência de compra. Em alguns casos, por exemplo, o valor de transporte se torna maior do que o preço do próprio produto, o que tira o foco da necessidade inicial que motivou a compra e gera um problema a mais.

Isso ainda inviabiliza a compra na internet e faz com que o comprador prefira se deslocar a uma loja mais próxima mesmo. Afinal, a depender da situação, a entrega ainda pode ser demorada, o que torna a opção uma desvantagem completa.

Se o preço for bom para ele, o cliente vai focar em pagar apenas o produto que pretende adquirir, sem custos extra que dificultam a aquisição. Assim, ele se organizará melhor para lidar com um custo simples.

O frete é uma questão muito importante e sensível que precisa de atenção de todos os donos de lojas virtuais. Como vimos, é um fator extremamente relevante que influencia na satisfação e na experiência do consumidor, por isso, seu gerenciamento vai determinar o quão saudável é um negócio.

A estratégia da entrega gratuita, nesse sentido, é muito importante, mas também requer cuidado para a implementação de uma forma que não prejudique as finanças. Mas vale ressaltar que é possível oferecer um serviço de qualidade para os compradores, de uma maneira que destaca a sua empresa no mercado, com mais vendas e lucro, além de sucesso no mundo digital.

Gostou de aprender sobre frete no e-commerce? Assine a nossa newsletter e fique por dentro dos nossos conteúdos sempre que forem publicados.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.