Quer um e-commerce de sucesso? Descubra 5 erros que você não pode cometer

Impulsionados pela crise de 2020, mais pessoas começaram seu próprio negócio na internet. Embora seja ótimo ter uma geração de empreendedores, a realidade é que muitos não terão um e-commerce de sucesso.

Particularmente no mundo do comércio eletrônico, existem milhões de sites que passam despercebidos. Isso porque os empresários não se preparam adequadamente e muitos ainda têm uma mentalidade de loja física.

Neste artigo, listamos os principais erros cometidos por lojistas iniciantes. Confira!

5 erros comuns para evitar no e-commerce

Se você começou seu próprio negócio ou quer melhorar sua loja atual, certifique-se de não cometer os seguintes erros.

1. Não investir em marketing

Alguns empresários imaginam que basta colocar um site no ar para que as vendas aconteçam, mas não é assim que funciona. No mundo físico, é possível conquistar clientes apenas com um bom ponto comercial. Contudo, na internet, seu site é invisível — a menos que você faça marketing.

Os canais mais comuns para anúncios são Facebook/Instagram (para compras por impulso) e Google (para compras por necessidade). Em seu planejamento inicial, reserve uma boa parte do orçamento para suas campanhas.

2. Copiar as grandes empresas 

Não crie uma loja para imitar grandes marcas online como Netshoes, Dafiti, Magalu etc. Essas empresas têm orçamentos gigantescos de marketing e podem ofertar uma grande variedade de itens. Para empresas menores, o ideal é focar em um nicho de mercado. Além de escolher um segmento que você tenha afinidade, procure uma área com oportunidades — na qual seja possível criar ofertas atraentes e com uma boa margem de lucro.

3. Não conhecer seu público-alvo

É um erro direcionar os anúncios para qualquer pessoa. Isso apenas reduz a eficiência das campanhas e sua empresa pode ser tachada como “spam”. Faça bom uso do seu orçamento de marketing e conheça a fundo seu cliente:

  • faixa etária;
  • redes sociais preferidas;
  • principais influencers do setor;
  • tipo de conteúdo ideal;
  • principal região compradora;
  • poder aquisitivo etc.

4. Não investir na página do produto

Existe uma máxima que diz: “na internet as pessoas não compram produtos, elas compram as fotos dos produtos”. Sendo assim, é crucial para qualquer lojista investir em boas fotos, descrições completas e vídeos explicativos. O layout do seu site também desempenha um papel importante. Ele deve ser moderno, rápido e fácil de navegar. Tudo isso afeta drasticamente suas conversões.

5. Não usar um integrador de marketplace

Os marketplaces são excelentes canais de vendas, porém, gerenciar todos eles pode ser uma tarefa inviável. Para facilitar o trabalho, existem integradores para conectar seu catálogo a dezenas de plataformas, como Mercado Livre, Amazon, B2W e várias outras. Com um integrador, todos os pedidos são concentrados em um único painel — facilitando a operação e a análise dos resultados.

Por fim, além dos erros acima, lembre-se dos 3 principais fatores para um e-commerce de sucesso: plataforma, marketing e oferta. Dê uma atenção especial para cada área e crie uma máquina de vendas!

Gostou das dicas e quer receber mais novidades? Então, siga a Connect Hub nas redes sociais pelo Facebook, Twitter e LinkedIn!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.